Ataques suicidas matam 8 pessoas na Chechênia

O principal órgão investigativo da Rússia informou que oito pessoas, dentre elas sete policiais, morreram após atentados suicidas na capital da Chechênia.

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2011 | 10h49

Um comunicado do Comitê Investigativo diz que três suicidas provocaram as explosões na noite de terça-feira em Grozny foram identificados, mas não informou quantas foram as explosões. Segundo alguns meios de comunicação russos, ocorreram duas explosões.

De acordo com o comunicado divulgado nesta quarta-feira, os atacantes se explodiram quando a polícia os interceptou durante uma operação de busca. Outras 22 pessoas ficaram feridas, disse o comitê.

As explosões foram as mais sangrentas dos últimos tempos na Chechênia, onde a insurgência muçulmana havia diminuído após dois grandes confrontos com forças russas nas últimas duas décadas.

Os ataques ocorreram no dia em que os muçulmanos celebram o Uraza Bairam (Eid al-Fitr), festa que marca o fim do mês sagrado do Ramadã. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ChechêniaviolênciasuicidasGrozny

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.