Ataques voltam a romper cessar-fogo na Síria

Rebeldes sírios realizaram uma série de ataques contra o exército do país neste domingo, após ataques aéreos das forças do regime a cidades perto de Damasco, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos à AFP. Mais uma vez o acordo de cessar-fogo durante o feriado muçulmano de Eid al-Adha, que começou na sexta-feira, foi rompido.

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2012 | 13h26

As forças rebeldes tomaram controle de três postos militares no subúrbio de Douma, fora de Damasco, e mataram quatro soldados em outro posto na região, disse o órgão. Os aviões do governo de Bashar Assad realizaram três ataques nas cidades de Irbin, Zamalka e Harasta, de onde o exército está tentando desalojar os rebeldes há semanas, de acordo com o grupo.

O acordo foi desrespeitado poucas horas depois de começar com confrontos, bombardeios e ataques de carros-bomba. No sábado, 114 pessoas morreram, sendo 47 civis, 36 soldados e 31 rebeldes, disse o Observatório. De acordo com a entidade, mais de 35 mil pessoas foram mortas durante o conflito na Síria, que começou com os levantes contra o regime e evoluíram para uma guerra civil. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Síriaataquescessar-fogoferiado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.