AP Photo/Ivan Pierre Aguirre
AP Photo/Ivan Pierre Aguirre

Até 200 mil pessoas devem cruzar fronteira entre EUA e México para ver papa Francisco

Movimento na divisa de El Paso, no Texas, e Ciudad Juárez deve crescer exponencialmente nesta quarta; evento será transmitido para 50 mil pessoas em telão de estádio no lado americano

O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2016 | 10h39

EL PASO, EUA - As autoridades americanas esperam que até 200 mil católicos cruzem nesta quarta-feira, 17, a fronteira de El Paso, no Texas, e Ciudad Juárez, no México, para ver a missa de encerramento da visita do papa Francisco ao México, na qual o pontífice deve abordar a questão da imigração entre os dois países.

A visita de Francisco à cidade no norte do México criou grande expectativa também na vizinha El Paso, onde os distritos escolares, escritórios do governo e as empresas planejam fechar as portas mais cedo para acompanharem o que muitos na cidade - com uma grande população hispânica e católica - veem como uma chance única de ver o líder da Igreja Católica.

Estimativas das autoridades locais apontam que entre 150 mil e 200 mil pessoas devem cruzar a fronteira dos dois países apenas nesta quarta. Num dia de semana comum, 30 mil veículos e 20 mil pedestres costumam fazer a mesma travessia, segundo dados do escritório de Proteção de Alfândega e Fronteira dos EUA.

Uma quantidade adicional de agentes de patrulha e segurança foram destacados pelos americanos para atuarem em El Paso e em outros pontos da fronteira durante a visita de Francisco.

Última parade de sua visita de seis dias ao México, o pontífice visita nesta quarta-feira Ciudad Juárez, local de alta incidência de crimes. Ele rezará pelos imigrantes e pelas vítimas da violência em uma grande celebração a poucos metros da fronteira ente EUA e México. Uma plataforma construída perto da cerca que separa os dois países permitirá que Francisco acene para os fiéis que acompanharem a missa do lado americano da fronteira.

De acordo com a Diocese Católica em El Paso, cerca de 10 mil ingressos para o evento foram distribuídos gratuitamente - em alguns sites na internet é possível encontrar pessoas vendendo suas entradas por até US$ 150.

Além disso, para aqueles que não conseguiram um ingresso para acompanhar pessoalmente o evento, a Diocese disse que uma festa chamada de "Duas Nações, uma fé" será realizada no Estádio Sun Bowl - que tem capacidade para até 50 mil pessoas -, onde a missa será transmitida em grandes telões. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Papa FranciscoMéxicoEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.