Até 5 mil morreram em condado atingido por terremoto, diz China

Um violento terremoto que atingiu osudoeste da China matou até 5.000 pessoas e deixou cerca de 10mil feridas, afirmaram meios de comunicação oficiais, enquantocentenas de crianças continuavam presas em ao menos oitoescolas semidestruídas. Estima-se que algo entre 3.000 e 5.000 pessoas foram mortasapenas no condado de Beichuan, na montanhosa Província deSichuan, depois de um terremoto de magnitude 7,8 ter atingido aregião durante o começo da tarde de segunda-feira, disse aagência de notícias Xinhua. Segundo a reportagem, até 10 mil moradores de Beichuanestariam feridos e cerca de 80 por cento das construções daárea ficaram destruídos. Como a população do condado é de 161 mil pessoas, a cifrade vítimas significa que um terço dos moradores morreu ouferiu-se durante o terremoto. Beichuan faz parte do municípiode Mianyang, localizado a cerca de 160 quilômetros da capitalda Província, Chengdu. A cifra de mortos deve elevar-se significativamente àmedida que as autoridades e as equipes de resgate conseguirementrar em contato com as áreas mais atingidas de Sichuan,região na qual as linhas de telefone ficaram mudas após oterremoto. O abalo sísmico derrubou oito escolas e deixou centenas deestudantes e professores presos, afirmaram meios de comunicaçãooficiais. Cerca de 900 adolescentes ficaram debaixo de escombrosdepois do colapso de uma escola de três andares na cidade deDujiangyan, em Sichuan. Moradores da área já ajudaram dezenas de estudantes a sairdas ruínas e cinco guindastes participam dos esforços deresgate, afirmou a Xinhua. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla eminglês) afirmou em seu site (http://earthquake.usgs.gov) que oterremoto principal ocorreu às 6h28 GMT, a uma profundidade de10 quilômetros. O epicentro do terremoto ficou localizado perto do condadode Wenchuan e sua onda de choque fez prédios tremerem em toda aChina e até em Bangcoc (capital da Tailândia). Em Pequim e em Xangai, funcionários de escritório saíram àsruas quando o tremor foi sentido. Na capital chinesa, ondeocorrem os Jogos Olímpicos de 2008, em agosto, não houve danosvisíveis ao estádio Ninho de Pássaro, afirmou à Xinhua oengenheiro-chefe responsável por aquela construção. (Reportagem adicional redações de Pequim e Xangai)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.