Atentado a bomba deixa 4 crianças mortas em Bagdá

Uma bomba colocada no automóvel de um funcionário público do governo iraquiano explodiu hoje, matando quatro crianças que estavam no carro, informaram as autoridades. A bomba explodiu o automóvel de Anmar Taha Ridha, que trabalha numa equipe de manutenção do governo do Iraque, matando os dois filhos do funcionário - de seis e oito anos - bem como dois sobrinhos dele. Ridha e sua esposa sobreviveram com ferimentos ao ataque, disse a polícia. Funcionários de hospitais confirmaram as mortes.

AE-AP, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 15h12

Em outro local de Bagdá, um policial foi morto a tiros num posto de controle perto do Ministério de Finanças. A polícia disse que os guardas abriram fogo após o carro do policial tentar atravessar o posto.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadobombamortescrianças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.