Atentado a bomba mata quatro pessoas nas Filipinas

Duas bombas explodiram no fim da manhã (horário local) desta quinta-feira no centro da Zamboanga, ao sul das Filipinas, a 890 km ao sul de Manila, matando quatro pessoas e ferindo mais de 100. A polícia encontrou outras duas bombas, que foram detonadas pelo esquadrão antibombas. A primeira explosão aconteceu em uma loja de departamentos e, meia hora mais tarde, a segunda explosão atingiu um shopping próximo.Zamboanga é uma cidade de maioria católica em uma região com forte presença muçulmana. Nenhum grupo assumiu a autoria do atentado, mas suspeita-se do grupo muçulmano de guerrilha Abu Sayyaf, acusado pelos EUA de ter ligação com a rede terrorista de Osama bin Laden, a Al-Qaeda. No começo do mês, o grupo ameaçou realizar ataques em retaliação a ofensiva militar atualmente conduzida contra ele.Há duas semanas, a Al-Qaeda foi acusado de provocar uma explosão também em Zamboanga. Um soldado americano e dois filipinos morreram em um atentado a bomba em um bar de Zamboanga. Dias depois, oito pessoas morreram e 19 ficaram feridas em outra explosão num terminal de ônibus na cidade filipina de Kidapawan, na região de Mindanao. Esses atentados ainda não foram esclarecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.