AP Photo/Sackchai Lalit
AP Photo/Sackchai Lalit

Atentado a bomba no sul da Tailândia deixa 4 mortos

Artefato carregado com 3 kg de explosivos explodiu na quinta-feira; feridos foram levados para os hospitais da região e já estão fora de perigo, segundo fonte

O Estado de S. Paulo

13 de novembro de 2015 | 11h43

BANGCOC - Ao menos quatro pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em razão da explosão de uma bomba no sul da Tailândia, informou nesta sexta-feira, 13, um porta-voz policial.

O artefato, carregado com 3 kg de explosivos e de fabricação caseira, explodiu na noite de quinta-feira próximo a um posto de controle na cidade de Pattani, onde um grupo de voluntários da Defesa Civil realizavam vigilâncias, detalhou o oficial Tinnakorn, porta-voz da Polícia do Distrito de Khoh Pho, onde ocorreu o ataque.

Os feridos foram levados para hospitais da região, mas já estão fora de perigo, declarou uma fonte.

As autoridades, que iniciaram uma missão de busca e captura dos autores do ataque, culpam a insurgência muçulmana que atua na região pelo atentado.

Mais de 6.500 pessoas morreram no sul da Tailândia desda que o movimento separatista muçulmano voltou à luta armada em 2004, depois de uma década de letargia. Os atentados com armas, assassinatos e ataques com explosivos se repetem periodicamente desde então nas províncias de Pattani, Yala e Narathiwat, de maioria muçulmana e etnia malaya. Os insurgentes denunciam a discriminação que sofrem por parte da maioria budista no país, e exigem a criação de um Estado islâmico que integre estas três províncias. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
atentadobombaTailândia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.