Atentado atribuído à Al-Qaeda mata 17 xiitas

IÊMEN

, O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2010 | 00h00

Um carro-bomba atingiu ontem um comboio de peregrinos xiitas a 200 quilômetros da capital do Iêmen, Sanaa, deixando pelo menos 17 mortos e 15 feridos. Autoridades iemenitas acusaram militantes da Al-Qaeda, mas nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado. Sob pressão, a organização comandada por Osama bin Laden encontrou refúgio no Iêmen, país árabe com um Estado fraco. Várias recentes tentativas de atentado, como os pacotes-bomba enviados aos EUA, no mês passado, partiram de território iemenita.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.