Atentado atribuído a separatistas curdos mata dois na Turquia

Outras cinco pessoas ficaram feridas e posto de controle da polícia evitou número de baixas maior, segundo governador

O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2017 | 14h28

ANCARA - Um carro-bomba com dois suicidas explodiu nesta quinta-feira, 5, em um ponto de controle da polícia na cidade de Izmir, no oeste da Turquia. Ao menos duas pessoas morreram no ataque. 

Segundo a polícia, os primeiros indícios apontam para o envolvimento de separatistas curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). O atentado de Istambul, na noite de ano-novo, foi reivindicado pelo Estado Islâmico. 

Outras cinco pessoas ficaram feridas. De acordo com o governador de Izmir,  Erol Ayyildiz, o bloqueio conseguiu impedir que o ataque fosse realizado em uma área com mais pessoas e causasse mais vítimas. /AP

 

Mais conteúdo sobre:
TurquiaIstambulEstado Islâmico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.