Atentado atribuído ao Sendero Luminoso mata 19 no Peru

Doze militares e sete civis morreram em uma emboscada realizada com explosivos instalados por supostos rebeldes do Sendero Luminoso, em uma zona de serra do sudeste do Peru. As Forças Armadas peruanas confirmaram as mortes hoje. O ataque, ocorrido ontem também deixou mulheres, crianças e soldados feridos. Não foi informado o número total de feridos.Segundo o comunicado dos militares, a emboscada ocorreu no distrito de Tintaypunco, no departamento (Estado) de Huancavelica, 280 quilômetros a sudeste de Lima. O ataque começou quando os militares retornavam para sua base em Cochabamba Grande, junto com moradores da região em caminhões particulares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.