Atentado com bomba na Inguchétia deixa 18 mortos

Ataque suicida com caminhonete carregada de explosivos ocorreu na cidade de Nazran, a maior do país

Efe,

17 de agosto de 2009 | 04h11

Pelo menos 18 pessoas morreram nesta segunda-feira, 17, e 69 ficaram feridas em consequência de um atentado suicida contra a sede do departamento do Interior em Nazran, a maior cidade da república da Inguchétia, informaram fontes médicas.

 

Estes números foram informados pela administração do Hospital Clínico da Inguchétia, para onde foram levados os feridos, segundo a agência oficial russa Itar-Tass.

 

Inicialmente se tinha informado que a explosão tinha acontecido em um café, junto à sede do departamento do Interior, mas depois as autoridades disseram que se tratou de um ataque suicida com um carro-bomba.

 

"Explodiu uma caminhonete carregada com explosivos" disse à agência Interfax o porta-voz da Presidência inguche, Kaloi Ajilgov, acrescentando que o veículo bomba derrubou o portão de acesso ao recinto.

 

A explosão, que segundo dados preliminares teve uma potência equivalente de 20 quilogramas de TNT, provocou um incêndio no prédio. "A explosão aconteceu quando no pátio do recinto acontecia a formação matutina dos funcionários" disse um porta-voz do Interior.

 

Texto atualizado às 6h01.

Tudo o que sabemos sobre:
Inguchétiacarro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.