Atentado com carro-bomba mata 13

A explosão de um carro-bomba deixou 13 mortos e 41 feridos, ontem, em Ramadi. A cidade de maioria sunita, na Província de Anbar, era um antigo reduto do grupo militante islâmico Al-Qaeda. A Província foi o centro de uma grande insurgência sunita após a invasão liderada pelos EUA, em 2003. O ataque suicida ocorreu pouco antes de um dos dias mais sagrados do calendário religioso xiita. Segundo a polícia o alvo era um complexo que alojava o conselho provincial, os quartéis da polícia, além de outros edifícios do governo.

, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.