Atentado com carro-bomba mata 28 pessoas na Argélia

Veículo com explosivos atinge quartel da Marinha na cidade de litorânea de Dellys, a 100 quilômetros de Argel

Agências internacionais,

08 de setembro de 2007 | 09h20

Pelo menos 28 pessoas, na maioria militares, morreram e 30 ficaram feridas em um atentado com carro-bomba cometido neste sábado, 8, na localidade litorânea de Dellys, a cerca de 100 quilômetros de Argel, segundo fontes hospitalares.  Um suicida lançou o veículo que dirigia contra um quartel da Marinha da cidade balneário, situado nas imediações do porto. Testemunhas do incidente contatados por telefone disseram que a explosão foi muito violenta e acrescentaram que os danos são consideráveis. O atentado foi atribuído ao grupo terrorista Al-Qaeda no Magrebe Islâmico e ocorre pouco depois do ataque contra a comitiva presidencial cometido na quinta-feira passada, na cidade de Batna, quando 22 pessoas morreram e 107 ficaram feridas. Na data, o governo argeliano afirmou que o ocorrido era uma tentativa dos rebeldes para arruinar os esforços para encerrar a violência política.  O atentado cometido neste sábado é similar ao que ocorreu em julho passado na cidade de Lakhadaria, onde outro terrorista suicida lançou o caminhão que dirigia contra uma instalação militar, matandodez soldados.

Tudo o que sabemos sobre:
ARGELIACARROBOMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.