Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Atentado com carro-bomba mata três pessoas no Paquistão

Pelo menos três pessoas morreram e várias foram feridas, entre elas um juiz antiterrorista, após um atentado com bomba na localidade de Multan, na província do Punjab,no leste do Paquistão, informou uma fonte oficial nesta sexta-feira, 2.O oficial da Defesa Civil paquistanesa Mohammad Mazhar Ahmad explicou que o atentado aconteceu perto do tribunal da cidade, numa passagem elevada. Uma bomba colocada numa bicicleta explodiu contra o automóvel que transportava o juiz Bashir Ahmed Bhatti, do Tribunal Especial.O juiz, que estava a caminho do tribunal, foi levado com osoutros feridos ao hospital de Nashtar, e sua situação foiconsiderada "estável". A polícia isolou o local.O Paquistão tem sido cenário de vários atentados nos últimosmeses. Em 17 de fevereiro, uma bomba deixou 15 mortos e mais de 30 feridos num tribunal de Quetta, na província do Baluchistão, no oeste do país.Três semanas antes, 16 pessoas, em sua maioria policiais,morreram quando um terrorista suicida detonou os explosivos que carregava, numa delegacia de Peshawar, no noroeste.O governo do Paquistão está sendo duramente pressionado para ser mais enérgico na luta contra os talebans afegãos e membros da Al-Qaeda que, segundo os Estados Unidos, se refugiam no seu território.O presidente paquistanês, Pervez Musharraf, se queixou estasemana ao vice-presidente dos EUA, Dick Cheney, do aumento da violência e dos atentados no Paquistão por causa de seu apoio à "guerra contra o terror".Matéria atualizada às 5h30

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.