Mohammad Anwar Danishyar / AP
Mohammad Anwar Danishyar / AP

Atentado contra mesquita xiita no Afeganistão mata ao menos 25

Médico afirma que número pode aumentar; segundo general, 'explosão aconteceu no momento da oração'

O Estado de S.Paulo

03 Agosto 2018 | 08h33
Atualizado 03 Agosto 2018 | 13h31

KHOST, AFEGANISTÃO - Um atentado contra uma mesquita xiita nesta sexta-feira, 3, em Gardez, leste do Afeganistão, deixou ao menos 25 mortos e dezenas feridos, informaram as autoridades locais.

"O balanço pode aumentar", afirmou o médico Wilayat Khan Ahmadzai, diretor da secretaria de Saúde da Província de Paktia.

"A explosão aconteceu no momento da oração. Dois homens-bomba detonaram suas cargas dentro da mesquita", disse o comandante da polícia provincial, general Raz Mohammad Mandozai.

Há dois anos a minoria xiita do Afeganistão é alvo frequente de atentados cujas autorias foram reivindicadas ou atribuídas ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI). / AFP e AP

Relembre o ataque do EI a uma academia militar em Cabul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.