Atentado contra ônibus militar deixa 4 mortos e 24 feridos no Sri Lanka

Pelo menos quatro pessoas morreram e 24 ficaram feridas em uma forte explosão contra um ônibus militar que circulava pelo centro de Colombo, no Sri Lanka, informou à Agência Efe uma fonte militar. O atentado foi perpetrado às 9h30 (1h30 de Brasília) nas cercanias do Hotel Nippon, quando muitas pessoas se dirigiam ao trabalho, segundo um porta-voz do Exército Segundo a fonte, o ônibus transportava doentes e estava a caminho do hospital quando aconteceu a explosão, em um cruzamento próximo ao quartel-general do Exército. O porta-voz não informou se a explosão foi um ataque suicida, mas confirmou que foi decorrente de uma bomba. Entre os feridos, 14 são civis e os dez restantes soldados. O Hotel Nippon ficou conhecido por ter aparecido no filme "A Ponte do Rio Kwai". O ataque aconteceu somente um dia depois do assassinato do deputado T. Maherwaran, que morreu baleado em Colombo quando se encontrava em um templo hindu. O deputado pertence à etnia tâmil, de fé hindu, predominante no norte e leste da ilha, enquanto a cingalesa, de religião budista, é majoritária no restante do país. Na zona norte e leste do Sri Lanka está a base de operações da guerrilha dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE), que iniciaram uma revolta armada nos anos 80 para reivindicar um Estado independente. Os combates no norte do país entre o Exército e a guerrilha são constantes, com dezenas de mortos registrados diariamente

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.