AP Photo/Arshad Butt
AP Photo/Arshad Butt

Atentado contra trem no Paquistão deixa 4 mortos e 16 feridos

Explosivos foram detonados na passagem do comboio pelo Distrito de Bolan; nenhum grupo assumiu a autoria do ataque

O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2016 | 15h47

ISLAMABAD - Ao menos quatro pessoas morreram e 16 ficaram feridas nesta sexta-feira, 7, após a explosão de duas bombas durante a passagem de um trem de passageiros na Província do Baluchistão, no sudoeste do Paquistão, informou uma fonte oficial.

Os explosivos foram detonados na passagem do trem pelo Distrito de Bolan, disse o ministro de Ferrovias, Khwaja Saad Rafique, a jornalistas em Islamabad.

Rafique explicou que a primeira bomba causou a morte de quatro passageiros e a paralisação do trem, que viajava entre Rawalpindi, cidade perto de Islamabad, e Quetta, capital do Baluchistão.

Ele disse que pouco depois explodiu um segundo artefato deixando 16 feridos, vários deles em estado grave, que foram levados para hospitais da região.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, condenou energicamente o atentado em comunicado, no qual pediu que os culpados sejam encontrados e levados à Justiça.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou a ataque do atentado. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoViolênciaBomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.