Atentado contra xiitas mata 14 em Bagdá

A explosão de dois carros-bomba matou ao menos 14 pessoas em Bagdá. Os alvos foram delegacias de polícia e peregrinos xiitas a caminho da cidade de Kerbala. Na última semana, a seita tem sido alvo de diversos atentados planejados por militantes radicais sunitas, que acusam os rivais de estarem a serviço do Irã. Em sete dias, ao menos 90 xiitas morreram. A nova onda de violência elevou os temores de um confronto sectário no país após a retirada de tropas americanas em dezembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.