Atentado deixa 2 mortos e 2 feridos em hidrelétrica na Rússia

Explosão provocou um incêndio e foi qualificado como ataque terrorista

Efe,

21 de julho de 2010 | 06h02

MOSCOU - Pelo menos duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em uma explosão na usina hidroelétrica de Baksan, no sudoeste da Rússia, nesta madrugada.

A explosão, que aconteceu às 22h25 (horário de Brasília) na sala de máquinas da central e provocou um incêndio, foi qualificada como "ataque terrorista" em comunicado do RusHydro, a operadora estatal de hidroelétricas, divulgado pelas agência russas.

Segundo dados preliminares, a explosão causou danos na sala de máquinas, sem afetar a represa de 25 megawatts de potência e que foi construída entre 1930 e 1936.

O Ministério para Situações de Emergência da Rússia declarou que a população das regiões próximas represa não nada a temer. Uma fonte policial local, citada pela agência Interfax, indicou que a central foi atacada por um comando guerrilheiro, que previamente trocou tiros com a delegacia da cidade de Baksan.

No entanto, esta informação por enquanto não foi confirmada pelas autoridades. Os grupos armados islamitas que atuam na região tinham ameaçado em várias ocasiões lançar ataques contra infraestruturas estratégias russas, incluindo as centrais hidrelétricas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.