Atentado deixa pelo menos sete mortos em Bagdá

Pelo menos sete pessoas morreram e cincoficaram feridas neste domingo em um atentado contra a vice-ministra de Interior para Assuntos Financeiros do Iraque, Hala Shaker, no lestede Bagdá, informaram fontes do governo. As fontes explicaram que a comitiva da vice-ministra foi atingida por dois artefatos que explodiram de maneira simultânea durante sua passagem pela rua Palestina. No atentado morreram cinco guarda-costas e dois civis, enquanto Shaker saiu ilesa, assinalaram as fontes, que acrescentaram que dois veículos da comitiva ficaram totalmente carbonizados. Este novo ataque acontece um dia depois de o ministro do Interior, Jawad Ao Bulani, anunciar que seu Ministério demitiu três mil funcionários por acusações relacionadas à corrupção e à violação dos direitos dos detidos. Exército americano informou neste domingo que dois de seus soldados morreram nos últimos dois dias em decorrência de ferimentos sofridos em dois ataques em Bagdá e na província de al-Anbar, no oeste do Iraque. Segundo um comunicado do comando militar, um marine morreu sábado à noite após "uma ação hostil", enquanto participava de uma operaçãoem al-Anbar. Outro militar perdeu a vida na sexta-feira na explosão de uma bomba durante a passagem de seu veículo pelo sudoeste da capital, informou outra nota do Exército americano. Com estas mortes, aumenta para 2.755 o total de soldados americanos mortos no Iraque desde o início da invasão do país em março de 2003 e a ocupação por tropas multinacionais lideradas pelosEUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.