Atentado deixa um morto e cinco feridos no Afeganistão

Um atentado suicida matou hoje um policial afegão e feriu cinco civis em Kunduz, no segundo ataque com mortes nesta semana contra forças do governo nesta cidade do norte do país. O agressor se dirigiu até um posto de controle em uma área movimentada do centro da cidade e detonou os explosivos que estavam em suas vestes, disseram funcionários e testemunhas.

AE, Agência Estado

23 de dezembro de 2010 | 10h18

Aparentemente, vários dos feridos eram vendedores das proximidades. O ataque ocorre quatro dias após militantes com armas e vestes suicidas atacarem um posto de recrutamento em Kunduz, matando oito pessoas.

Especialistas advertem para o fato de a insurgência do Taleban tornar-se cada vez mais ativa no norte do Afeganistão, expandindo-se de sua tradicional área, o sul afegão, onde tropas dos Estados Unidos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) têm atuado para reverter o quadro.

O enviado da ONU para o Afeganistão, Staffan de Mistura, advertiu para o fato de que o Taleban poderia tentar alguns "ataques espetaculares" no futuro próximo. Ontem, o funcionário falou que a previsão é de tensão para os próximos meses.

O Taleban foi tirado do poder no Afeganistão após a invasão dos EUA, no fim de 2001. Em 2010, já morreram 705 soldados estrangeiros no país, o maior número desde a invasão. As mortes de civis nos primeiros dez meses do ano ficaram em 2.412, 20% acima do registrado no mesmo período do ano passado, segundo a ONU. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoviolênciaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.