Atentado do Taleban mata ao menos 18 no Afeganistão

Insurgentes explodiram bombas contra um prédio da agência de espionagem do país e um complexo policial

O Estado de S. Paulo

04 de setembro de 2014 | 10h39


GHAZNI, AFEGANISTÃO - Insurgentes do Taleban explodiram caminhões-bomba e lançaram granadas propelidas por foguetes nesta quinta-feira, 4, contra o prédio da agência de espionagem afegã e um complexo policial na cidade central de Ghazni, no centro do país, matando 18 pessoas, disse o governador da província, Musa Khan Akbarzada.

Mais de 150 pessoas ficaram feridas no ataque, o maior nas últimas semanas, num momento em que os líderes do Afeganistão enfrentam uma crise política e o país mergulha num impasse na área de segurança. A maioria dos soldados estrangeiros se prepara para deixar o país.

Akbarzada disse um grupo de 19 insurgentes estava envolvido nos ataques simultâneos ao escritório local da Direção Nacional de Segurança (DNS) - agência de inteligência treinada pelos EUA para combater a insurgência - e contra uma equipe de reação policial rápida, alojada no prédio da polícia.

Os homens armados com metralhadoras chegaram durante a madrugada em caminhões diante de uma porta traseira do DNS e explodiram as bombas. "As bombas eram tão poderosas que muitos civis ficaram feridos por causa da queda de telhados e estilhaços de vidros das janelas de suas casas", disse Akbarzada. Pouco depois, vários dos atacantes ingressaram no complexo NDS e entraram em combate com as forças afegãs. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
TalebanAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.