Atentado duplo do Talebã mata ao menos seis em hospital de Cabul

Local tratava líderes da Al-Qaeda até ser renovado por países ocidentais.

BBC Brasil, BBC

21 de maio de 2011 | 07h54

Ao menos seis pessoas morreram e 23 ficaram feridas em um atentado a bomba duplo contra um hospital na capital do Afeganistão, Cabul.

Uma fonte do serviço de inteligência afegão disse à BBC que dois terroristas suicidas entraram no hospital Charsad Bestar.

Um deles explodiu na cantina próxima à ala militar do hospital. O corpo do outro suicida não foi encontrado.

O grupo extremista islâmico Talebã assumiu a autoria do atentado.

Um médico do hospital disse que era hora do almoço no momento do ataque.

"Assim que a primeira explosão ocorreu, todo mundo começou a correr da cafeteria. Ficamos trancados em nossas salas porque o outro suicida ainda estava em algum lugar".

O Charsad Bestar tem 400 leitos e foi construído na década de 1970. O hospital tratava soldados feridos durante a ocupação soviética do Afeganistão, feridos durante a guerra civil que se seguiu no país e, mais recentemente, líderes seniores do Talebã e da Al-Qaeda.

Após a queda do Talebã, países ocidentais investiram milhões de dólares no hospital, melhorando suas instalações e comprando equipamento de última geração, além de equipar o local com ambulâncias.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.