Atentado em Bagdá mata 2 policiais e um cinegrafista

O atentado suicida cometido hoje nas cercanias da zona verde de Bagdá matou três pessoas, um cinegrafista de uma televisão iraquiana e dois policiais, disseram policiais. Outras sete pessoas ficaram feridas, várias delas policiais, e algumas em estado grave.A identidade do cinegrafista iraquiano da televisão por satélite Al Deyar não foi revelado pela polícia, que informou que a vítima estava filmando na zona quando um terrorista suicida jogou seu carro contra um posto de controle policial. A zona verde é a mais protegida de Bagdá, já que abriga as embaixadas dos EUA e do Reino Unido, além do escritório do primeiro-ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.