Atentado em funeral no Paquistão deixa 20 mortos

Ao menos 20 pessoas morreram quando um homem-bomba se explodiu durante o funeral de um membro de uma tribo pashtun pró-governo em um vilarejo no noroeste do Paquistão nesta quinta-feira, informou a polícia.

REUTERS

15 Setembro 2011 | 10h07

Mais de 35 pessoas ficaram feridas no ataque no distrito do Baixo Dir, perto da fronteira com o Afeganistão, onde militantes do Taliban vêm promovendo ataques nos últimos anos.

"Foi um ataque suicida e aconteceu quando as pessoas estavam orando no funeral", disse o policial Saleem Marwat à Reuters.

Militantes paquistaneses do Taliban aumentaram os ataques contra tribos pró-governo recentemente.

Os militantes assumiram responsabilidade pelo atentado na terça-feira contra um ônibus escolar que matou cinco pessoas, afirmando que as crianças que estavam dentro eram de uma tribo pró-governo.

Os militantes também têm mantido reféns mais de 20 jovens de outra tribo pashtun pró-governo em uma região perto da fronteira afegã e exigiram a libertação de prisioneiros e o fim do apoio a ofensivas contra eles.

Os adolescentes membros da tribo, da região noroeste de Bajaur, foram sequestrados por militantes em 31 de agosto.

(Reportagem de Mohammad Abdullah)

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTAO FUNERAL EXPLOSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.