Faisal Mahmood /Reuters
Faisal Mahmood /Reuters

Atentado em hotel deixa pelo menos 34 mortos no Paquistão

Ao menos 45 pessoas ficam feridas em ataque provocado por homem-bomba em hotel em Rawalpindi

EFE

02 Novembro 2009 | 06h37

Pelo menos 34 pessoas morreram nesta segunda-feira e outras tantas ficaram feridas em uma explosão registrada em frente a um hotel da cidade paquistanesa de Rawalpindi, próxima a Islamabad, informou uma fonte policial nesta segunda-feira, 2. Ao menos 45 pessoas ficaram feridas.  A explosão aconteceu às 10h40 horário local (3h40 de Brasília) diante do hotel Shalimar, que  fica em uma área movimentada e considerada de alta segurança, a pouco menos de 500 metros do quartel general do Exército.

Veja também:

especial ESPECIAL: Escalada de violência no mundo islâmico

video TV ESTADÃO: EUA têm "outubro negro" na Guerra ao Terror

De acordo com a polícia, um homem-bomba em uma moto foi o responsável pelo atentado. De acordo com outra fonte policial citada pelo canal "Geo TV", a explosão se deveu a uma bomba instalada no interior de um veículo no estacionamento, embora também se trabalhe com a hipótese de que se trate de um ataque suicida.

 

"Eu estava nos arredores e corri para perto do local da explosão. Diversas vítimas estavam no chão e havia um homem sob uma motocicleta em chamas", contou uma testemunha à TV Dunya.  Equipes de resgate trabalham para resgatar as vítimas. "Há corpos para todos os lados. É terrível. Estas coisas continuam acontecendo", disse Ali Babar, um dos bombeiros que atuam no local.

 

As autoridades da cidade puseram os hospitais em estado de emergência para atender os feridos e decretaram o fechamento das escolas locais por razões de segurança.   Por enquanto, nenhuma organização reivindicou o atentado.

 

Nas últimas semanas, ataques de extremistas islâmicos em retaliação à ofensiva do Exército no noroeste do país deixaram 250 mortos. A província do Waziristão do sul é tida como um refúgio de extremistas ligados ao Taleban.

 

Autoridades paquistanesas condenaram o ataque, mas garantiram que irão manter a ofensiva no Waziristão do Sul. Os EUA apoiam a operação e acreditam que a província abriga rebeldes que atacam tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan)no Afeganistão.

 

Lahore

 

Outra cidade paquistanesa foi alvo de ataques terroristas nesta segunda-feira, 2. Em Lahore, localizada no leste do país, pelo menos 15 pessoas ficaram feridas em um ataque suicida contra um posto policial da cidade. Informou uma fonte policial citada pela rede de TV Dawn.

 

Segundo informações, uma caminhonete se chocou contra o posto policial de Sabu Babu, ferindo 15 pessoas, entre elas sete agentes. Um dos autores do ataque teria conseguido fugir. O outro morreu na colisão, disse a Polícia. Os feridos já foram levados para hospitais próximos.

Mais conteúdo sobre:
ISLAMABAD ATENTADO PAQUISTÃO TALEBAN

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.