Atentado mata 12 pessoas em Cabul; 9 são estrangeiros

Pelo menos 12 pessoas, nove delas estrangeiras, morreram hoje quando uma suicida se explodiu dentro de uma minivan em uma rodovia que leva ao aeroporto internacional de Cabul, disseram autoridades de segurança do Afeganistão.

Agência Estado

18 de setembro de 2012 | 02h32

Um oficial afegão disse ainda que dois policiais afegãos ficaram feridos. "Os estrangeiros mortos trabalhavam em uma empresa privada no aeroporto", disse este funcionário, que pediu para não ser identificado.

O grupo insurgente afegão Hezb-i-Islami assumiu a responsabilidade pelo atentado visando os estrangeiros, dizendo que foi realizado por uma mulher-bomba como uma vingança contra o filme norte-americano Inocência dos Muçulmanos, que ridiculariza o profeta Maomé e é considerado um insulto ao Islã.

A afirmação foi feita pelo porta-voz do segundo maior grupo insurgente do país, Zubair Sidiqi, em uma chamada telefônica para repórteres de um local não revelado. É raro que a facção reivindique um ataque suicida no Afeganistão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoCabulviolênciaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.