Atentado mata 15 no Paquistão

Prédio policial próximo a consulado americano foi atacado em Karachi, a maior cidade do país

estadão.com.br,

11 de novembro de 2010 | 13h49

Atualizado às 15h13

 

Voluntários ajudam vítimas do atentado em Karachi

 

KARACHI - Uma bomba explodiu nesta quinta-feira, 11, na cidade paquistanesa de Karachi, a maior do país. Informações preliminares indicam que ao menos 15 pessoas morreram e 100 ficaram feridas, mas estes números podem aumentar

Veja também:

especial Galeria de Fotos: Veja imagens do atentado

O atentado ocorreu em um prédio policial próximo ao consulado americano, em um movimentado centro comercial da cidade. Entre os mortos há cinco policiais. A explosão abriu uma cratera de 12 metros de diâmetro em frente ao prédio, que ficou parcialmente destruído.

 

De acordo com o fontes do governo paquistanês, seis homens armados abriram fogo contra o prédio e depois explodiram um carro-bomba. Foi o primeiro ataque em uma grande cidade do país em meses.

"O ataque aconteceu dentro do Departamento de Investigação Criminal e acreditamos que haja vítimas", disse uma fonte policial.

A explosão foi de grandes proporções. Relatos de testemunhas indicam que vidros foram estilhaçados a uma distância de 2 km do local.

A televisão paquistanesa mostrou cenas de pessoas ensanguentadas deixando o local, enquanto equipes de resgate vasculhavam os destroços do prédio. 

 

Com Reuters, AP e Efe

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoatentadoKarachiterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.