Atentado mata 19 civis na Síria

DAMASCO Um explosivo colocado em uma estrada na província síria de Homs matou 19 pessoas nesta quinta-feira, segundo uma fonte do escritório do governo local. A explosão ocorreu no vilarejo de Jbourin e também deixou quatro pessoas feridas. Segundo a fonte, o ataque tinha como alvo um ônibus, mas ainda não está claro por qual razão o veículo foi o foco da ofensiva.

AE, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 08h21

O vilarejo é predominantemente Alauita, uma seita minoritária ao qual o presidente Bashar Assad pertence, no entanto o local também inclui cristãos e sunitas. A guerra civil na Síria, que deixou mais de 100.000 mortos desde que a crise eclodiu em março de 2011, assumiu conotações cada vez mais sectárias. A maioria dos rebeldes que tentam derrubar Assad pertence à seita sunita.

Já na quarta-feira, homens armados ligados a Al-Qaeda tomaram o controle de uma cidade perto da fronteira com a Turquia depois de fortes confrontos com um grupo de rebeldes que dominavam o local.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos disse que membros do grupo conhecido como Estado Islâmico no Iraque e no Levante (ISIL, na sigla em inglês), braço da Al-Qaeda, invadiram a cidade de Azaz ao norte da província de Alepo, forçando a retirada de guerrilheiros de oposição.

Também foram relatados confrontos entre rebelde em Deir el-Zour, que faz fronteira com o Iraque, e no norte do país onde a ISIL e seus aliados da Nusra têm enfrentado militantes curdos antigovernamentais./ AP

Mais conteúdo sobre:
síriaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.