Atentado mata 30 e fere 65 no centro do Paquistão

Explosão aconteceu perto de um cemitério na cidade de Dera Ismail Khan, na Província da Fronteira Noroeste

Efe,

20 de fevereiro de 2009 | 03h42

Pelo menos 30 pessoas morreram e outras 65 ficaram feridas devido a uma explosão nesta sexta-feira, 20, no centro do Paquistão, informaram as forças de segurança locais.   A explosão aconteceu perto de um cemitério na cidade de Dera Ismail Khan, na Província da Fronteira Noroeste, de acordo com fontes policiais citadas pelo canal paquistanês Dawn TV.   As primeiras informações divulgadas pela Dawn TV apontam que o ataque ocorreu em funeral, com cerca de 1.500 pessoas presentes.   Nos últimos dias, Dera Ismail Khan sofreu vários incidentes de violência sectária, e os presentes no funeral se preparavam para enterrar um homem assassinado no dia anterior.   Por enquanto, ninguém reivindicou a autoria do atentado e, embora testemunhas citadas pela Geo TV assegurem que se tratou de um ataque suicida, a polícia ainda não determinou oficialmente as circunstâncias exatas do incidente.   Após a explosão, dezenas de pessoas enfurecidas atacaram um posto de controle policial próximo e começaram a lançar pedras e destruir veículos, o que dificultou as operações de resgate.   Fora isso, aconteceram vários tiroteios, e a maioria das lojas e mercados fecharam suas portas.   O primeiro-ministro do Paquistão, Yousaf Razá Gillani, se apressou e, em declarações à Geo TV, já condenou o atentado.   Segundo o relatório divulgado em janeiro passado por um centro de estudos geoestratégicos, quase oito mil pessoas morreram em 2008 em consequência da violência no Paquistão, onde aconteceram mais de dois mil atos de terrorismo.   A Província da Fronteira Noroeste é um dos principais focos de violência, local de um forte movimento fundamentalista que se apoia nas tribos pashtuns.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoatentadoataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.