Atentado mata 39 no Paquistão

Duas explosões deixaram pelo menos 39 mortos no Paquistão, durante um encontro de radicais sunitas na cidade de Multan. Outras 100 pessoas ficaram feridas, informou o governo. Cerca de 3000 pessoas estavam reunidas em uma zona residencial para marcar o aniversário de morte do dirigente do proscrito grupo radical sunita de Sipá-e-Sajaba, falecido em um atentado no ano passado. Depois do ataque de hoje 2000 sunitas se aglomeraram diante do hospital para onde foram levadas as vítimas, gritando a frase: ?os xiítas são infiéis?. O ataque ocorreu menos de uma semanda depois que 31 xiítas foram mortos durante um ataque suicida a uma mesquita.

Agencia Estado,

07 Outubro 2004 | 08h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.