Atentado mata 4 e deixa 17 feridos no Paquistão

Pelo menos quatro pessoas foram mortas, entre elas dois policiais de trânsito, e 17 ficaram feridas em um ataque com um foguete hoje no sudoeste do Paquistão, informou a polícia. O ataque ocorreu na província do Baluquistão. Funcionários atribuíram o ataque a insurgentes separatistas da província, que lutam por autonomia política e por uma parcela maior nos lucros pelos recursos naturais da região.

AE, Agência Estado

23 de março de 2011 | 15h01

Um dos três foguetes caiu em uma praça em Quetta, principal cidade da província, causando todas as mortes e feridos, informou o chefe de polícia municipal, Daud Juneju, em entrevista à France Presse. Segundo ele, os dois policiais estavam trabalhando e dois pedestres também morreram. Todos os feridos eram civis. Dois outros foguetes danificaram uma casa, sem causar mortes. Outro oficial de polícia, Hamid Shakil, confirmou as informações.

Funcionários de inteligência disseram que separatistas do Baluquistão estavam envolvidos no ataque. A província, fronteiriça com Afeganistão e Irã, sofre com um aumento da violência recentemente com uma insurgência separatista, a violência sectária e militantes do Taleban. Centenas de pessoas morreram na região desde 2004, quando começou uma rebelião separatista na província. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoatentadofoguete

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.