Atentado mata 5 e fere 40 em Jerusalém

A explosão de uma bomba no centro de Jerusalém matou pelo menos cinco pessoas e feriu cerca de 40. O atentado foi provocado por um terrorista suicida que estava próximo ao mercado aberto de Mehane Yehuda e de um ponto de ônibus. A explosão ocorreu por volta de 16 horas locais (10h de Brasília), no momento em que o mercado estava lotado. Segundo o chefe de polícia, Mickey Levy, o terrorista não chegou ao centro do mercado ou embarcou em um ônibus devido às rígidas medidas de segurança. Nenhum grupo assumiu de imediato a autoria do atentado, mas o porta-voz do primeiro-ministro Ariel Sharon responsabilizou os palestinos, dizendo que este foi ?outro ataque assassino dos terroristas contra israelenses inocentes. É evidente que Arafat e a Autoridade Palestina só existem com o propósito de propagar o terror?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.