Atentado mata ao menos 30 na Nigéria

Homens armados do Boko Haram invadiram cidade na madrugada e abriram fogo

O Estado de S. Paulo,

21 Maio 2014 | 09h29

ABUJA - Ao menos 30 pessoas morreram nesta quarta-feira em um novo ataque atribuído ao grupo radical islâmico Boko Haram no norte da Nigéria. O atentado se segue à explosão ontem de dois carros bombas na cidade de Jos, que matou 118 pessoas.

Segundo testemunhas, um grupo de homens armados invadiu a cidade de madrugada e abriram fogo. Casas foram queimadas. "Por volta das 4h da manhã, começamos a escutar o barulho dos carros", disse Musa Yakubu, morador da aldeia.

Segundo a ONG Vigilância Nigeriana - dedicada à proteção de cidadãos contra a ação de grupos violentos - 30 pessoas morreram no ataque.

A cidade de Shawa, alvo do ataque, fica perto de Chibok, onde no mês passado o Boko Haram sequestrou mais de 200 meninas que mantém reféns. O grupo tem uma interpretação radical do islã e pretende impor a Sharia na Nigéria, um país de 200 milhões de pessoas com imensa diversidade tribal e religiosa. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Nigéria Boko Haram violencia morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.