Atentado mata chefe de polícia e 2 seguranças

O chefe de polícia do distrito de Garm Ser, na Província de Helmand (sul), e seus dois guarda-costas foram mortos por uma bomba colocada na beira de uma estrada na noite de domingo. A província é a mais violenta do Afeganistão. No sábado, sete pessoas, incluindo dois oficiais, morreram na Província de Baghlan (norte) quando um homem-bomba detonou explosivos na saída de um festival.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.