Atentado mata dois e deixa seis feridos na Nigéria

Um atentado suicida contra o quartel da polícia na cidade de Maiduguri, na Nigéria, matou dois agentes nesta sexta-feira e deixou outras seis pessoas feridas, informaram autoridades e testemunhas. "Um homem-bomba tentou abrir caminho em direção ao quartel policial. Ele bateu o carro em tambores de areia do lado de fora do quartel e o carro explodiu", disse uma fonte. "Houve vítimas e estamos tentando descobrir a extensão de mortos e feridos."

AE, Agência Estado

08 de junho de 2012 | 12h34

A cidade de Maiduguri enfrenta ataques atribuídos ao grupo Boko Haram, que já matou mais de mil pessoas desde meados de 2009. Em agosto, um homem-bomba tentou atacar o mesmo edifício, porém foi baleado e morto pelas autoridades. A cidade tem sido atingida por bombas e tiroteios repetidos, frequentemente contra forças de segurança.

Na terça-feira, soldados nigerianos mataram pelo menos 16 militantes enquanto eles se deslocavam para uma área de Maiduguri onde, acredita-se, membros da Boko Haram estariam escondidos. Tiroteios e explosões atingiram a área por horas. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Nigériaatentadopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.