Atentado mata dois e fere oito em Bagdá

Moto-bomba explodiu em área comercial no bairro de Hafez al-Qadi, na região central de Bagdá

Efe,

20 de agosto de 2009 | 04h44

Pelo menos duas pessoas morreram nesta quinta-feira, 20, e outras oito ficaram feridas na explosão de uma moto-bomba no centro de Bagdá, um dia depois de 95 pessoas morrerem na pior série de atentados desde a retirada dos Estados Unidos da capital iraquiana.

 

Policiais asseguraram que a motocicleta explodiu no bairro comercial de Hafez al-Qadi e que causou danos em vários comércios.

 

As explosões de ontem atingiram pelo menos cinco prédios ministeriais, assim como a fortificada Zona Verde, que abriga edifícios governamentais e várias embaixadas.

 

Após os atentados, o primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, pediu a revisão das medidas de segurança no país e acusou aAl Qaeda e os "restos" do partido Baath, de Saddam Hussein, de

serem os responsáveis pelos ataques.

Tudo o que sabemos sobre:
Bagdámoto-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.