Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Atentado mata pelo menos 11 pessoas em Jerusalém

Pelo menos 11 pessoas morreram, incluindo o suicida, e mais de 40 ficaram feridas na manhã desta quinta-feira (horário local) na explosão de um ônibus no bairro Kiryat Menachem, em Jerusalém. Sete dos feridos foram levados ao hospital em estado crítico, informou o Canal 1 da televisão israelense. Um porta-voz da Estrela Vermelha de David, a Cruz Vermelha de Israel, Ierujam Mandola, confirmou que várias crianças que se dirigiam ao colégio estão entre os feridos. Segundo o chefe da polícia de Jerusalém, Mickey Levy, um suicida palestino entrou no ônibus e detonou os explosivos. Nenhum grupo se responsabilizou pelo atentado. Abdel Aziz Al Rantissi, porta-voz do Movimento da Resistência Islâmica (Hamas) na Faixa de Gaza, disse nesta quinta-feira que os atentados contra os israelenses devem continuar. Ele não reivindicou a autoria do atentado. ?A maioria do povo palestino é a favor dos atentados. A resistência é o único caminho para a liberdade?, salientou Rantissi em uma entrevista veiculada pela TV Al Jazira, do Catar, logo após o atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.