Atentado mata quatro policiais no Paquistão

Pelo menos 16 ficaram feridos em um ataque contra uma delegacia no vale do Swat

Efe,

16 de outubro de 2008 | 04h56

Pelo menos quatro policiais morreram e outros 16 ficaram feridos em um atentado suicida contra uma delegacia do vale de Swat, no norte do Paquistão, segundo informou uma fonte policial. A explosão aconteceu de manhã na localidade de Mingora, quando um terrorista suicida jogou o veículo que conduzia contra a delegacia, segundo uma fonte da polícia citada pelo canal de televisão Geo TV. Pouco depois do atentado, a Polícia informou que o prédio recebeu também o impacto de um projétil. O atentado causou o pânico na região, até que as autoridades ordenaram o desdobramento de mais forças de segurança para restabelecer a ordem. Os feridos foram transferidos ao hospital Syed Sharif, próximo ao lugar do atentado, que já foi condenado pelo primeiro-ministro paquistanês, Yousef Raza Guilani. O vale de Swat é uma das zonas nas quais o Exército paquistanês desenvolve atualmente operações contra a insurgência. Na ofensiva militar contra os talebans locais morreram, segundo o Exército, cerca de 500 fundamentalistas desde o final de julho. Os fundamentalistas paquistaneses, que controlam parte do noroeste paquistanês, levaram a cabo nos últimos meses uma violenta campanha de atentados suicidas e ataques contra as forças de segurança.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoatentado suicidaataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.