Atentado mata vice-governador e mais 4 pessoas no Afeganistão

Ataque aconteceu no centro da cidade de Ghazni, durante a passagem do veículo da autoridade

Efe

28 de setembro de 2010 | 04h59

CABUL - O vice-governador da província de Ghazni, no centro do Afeganistão, morreu junto a outras quatro pessoas em atentado realizado nesta terça-feira, 28, informaram fontes oficiais.

Em comunicado, o Ministério do Interior afegão explicou que o ataque foi realizado por volta das 8h15 locais (0h45 em Brasília) no centro da cidade de Ghazni, capital da província homônima, quando um suicida detonou a carga explosiva que levava em uma motocicleta durante a passagem do veículo do vice-governador.

O funcionário Kazem Allahyar, que se dirigia ao escritório desde seu domicílio, faleceu junto a seu filho, dois sobrinhos e um guarda-costas em um local próximo ao aeroporto da cidade.

Em sua nota, o ministério disse que o atentado é responsabilidade dos "inimigos do Afeganistão", termo com o qual as autoridades do país centro-asiático se referem aos talebans, e assegurou que foi iniciada uma investigação para determinar os detalhes do fato.

Um porta-voz dos fundamentalistas, Zabihula Mujahid, reivindicou a autoria do atentado em declarações à agência afegã AIP.

Em 2010, os insurgentes intensificaram seus ataques contra as autoridades políticas e as forças militares afegãs e estrangeiras.

Cerca de 2.800 pessoas morreram por causa da violência no Afeganistão em 2010, tanto em combates como em atentados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.