Atentado no Líbano mata membro de partido pró-Síria

Uma explosão no Líbano matou hoje o xeque Saleh Aridi, informou a polícia. O político druso, alto membro de um partido pró-Síria, foi vítima de um atentado nas montanhas a leste da capital Beirute. O ataque ocorre menos de uma semana antes das planejadas negociações entre facões libanesas rivais.Policiais informaram que Aridi foi morto por uma bomba que explodiu sob seu carro na vila de Baissour. A polícia não tinha pistas sobre os autores do atentado, ocorrido nas montanhas com população de maioria drusa, perto da cidade turística de Aley. Os policiais falaram sob condição de anonimato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.