Atentado suicida a bomba em Jerusalém

Um suicida palestino detonou explosivos atados ao corpo numa importante área comercial do centro de Jerusalém, nesta quinta-feira. O homem-bomba e outras duas pessoas morreram. Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas. Em consequência do atentado, Israel cancelou sua participação numa reunião com comandantes de segurança palestinos marcada para a noite de hoje, quando havia a expectativa de que fosse anunciado um cessar-fogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.