Mohamed al-Sayaghi/Reuters
Mohamed al-Sayaghi/Reuters

Atentado suicida contra academia de polícia mata ao menos 20 no Iêmen

País é tido como a base de operações da Al Qaeda na Península Arábica

estadão.com.br,

11 de julho de 2012 | 10h41

SANA - Pelo menos 20 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta quarta-feira, 11, após a explosão de um carro-bomba, conduzido por um terrorista suicida na Academia de Polícia de Sana, no Iêmen.

Veja também:

video TV ESTADÃO: Ataque suicida no Iêmen

linkMais de 50 são mortos por minas da Al Qaeda no Iêmen

forum Curta nossa página no Facebook

A maioria das vítimas fatais da explosão, que ocorreu na entrada dos fundos do prédio, são estudantes da academia, que saíam para passar o fim de semana em casa. Segundo as testemunhas, a explosão foi ouvida a vários quilômetros e levantou uma grande cortina de fumaça sobre o lugar do atentado.

Al Qaeda

O Iêmen é tido como a base de operações da Al Qaeda na Península Arábica. Aproveitando a instabilidade política no país, o grupo terrorista aumentou as atividades no último ano.

No dia 21 de maio, mais de 70 pessoas morreram e centenas ficaram feridas após um ataque a um desfile militar na capital iemenita, o que passou a ser o maior atentado do grupo terrorista desde o início dos protestos antigovernamentais em janeiro de 2011.

Há duas semanas, as autoridades anunciaram a detenção de uma célula, pertencente à organização Ansar al Sharia (Seguidores da lei islâmica), vinculada à Al Qaeda, por sua suposta implicação neste atentado.

Com agências de notícias

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.