Atentado suicida contra mesquita iraquiana mata quatro e fere dez

Pelo menos quatro pessoas morreram nesta sexta-feira e dez ficaram feridas quando um carro, conduzido por um terrorista suicida, explodiu nas imediações de uma mesquita xiita de Bagdá.Fontes policiais que pediram para não ser identificadas disseram à Efe que o suicida jogou o veículo contra os fiéis que saíam da prece noturna da mesquita Al Fadrain, no bairro bagdali de Al Dora, no sul da capital.O atentado, acrescentaram as fontes, foi perpetrado às 20h15 (13h15 de Brasília). As fontes ressaltaram que o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas, uma vez que os serviços de emergência continuam trabalhando na área. O atentado aconteceu menos de uma hora antes da entrada em vigor do toque de recolher imposto pelo Governo iraquiano em Bagdá. O Governo de Bagdá decidiu proibir, a partir das 21h (hora local) desta sexta-feira, a circulação de veículos particulares em 16 bairros da capital para tentar evitar atos de violência durante uma festividade xiita que começa a ser celebrada amanhã.Segundo um comunicado do Governo, nenhum veículo particular poderá circular desde a noite desta sexta-feira até as 6h da próxima segunda-feira.No próximo domingo, os xiitas iraquianos, a população majoritária do país, celebrarão a morte, no século 8, do Imam Moussa al Khadhem .Na celebração do ano passado, cerca de 850 peregrinos morreram numa situação de pânico coletivo ocorrida em uma ponte de Bagdá, quando começaram a circular rumores de que havia um terrorista suicida entre os fiéis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.