Atentado suicida deixa 10 mortos em Kirkuk

Ao menos 10 pessoas morreram e mais de 90 ficaram feridas em um ataque com carro-bomba diante dos escritórios do Partido Democrático Curdo em Kirkuk, no norte do Iraque. Segundo a polícia, a explosão ocorreu enquanto inúmeras pessoas se aglomeravam no local. O partido é liderado pelo presidente da região semiautônoma do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani. A cidade, atualmente controlada pelo governo central, de Bagdá, é disputada pelos curdos que habitam a região, rica em petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.