Atentado suicida deixa 24 mortos no leste do Afeganistão

Ataque com caminhão carregado de explosivos aconteceu em um depósito de construção

AE, Agência Estado

28 de março de 2011 | 09h26

SHARAN - Três suicidas lançaram nesta segunda-feira, 28, um caminhão cheio de explosivos contra um depósito de construção no leste do Afeganistão, matando 24 trabalhadores e ferindo outros 59, disseram hoje funcionários. Os agressores invadiram a instalação privada na província de Paktika, matando um guarda, no final do dia de ontem, segundo o Ministério do Interior.

A administração provincial condenou o ataque no distrito de Barmal, que fica perto da fronteira com o Paquistão, em área de forte presença de militantes do Taleban. Em comunicado, o governo da província afirmou que o ataque ocorreu por volta das 20h30 (horário local). "Baseando-se na informação que nós temos, 24 pessoas foram mortas e 59 outras ficaram feridas", afirmou a administração em nota.

Insurgentes islamitas no Afeganistão muitas vezes atacam funcionários do setor de construção, vistos por eles como pagos por autoridades apoiadas pelo Ocidente em Cabul, bem como forças militares e funcionários do governo. O presidente afegão, Hamid Karzai, disse que o ataque era "imperdoável" e que seus autores eram "inimigos do Afeganistão que se opõem ao desenvolvimento do país".

Um porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, disse que o grupo era responsável pelo ataque, porém às vezes o grupo assume ataques que não são seus. A rede Haqqani, ligada à Al-Qaeda, é bastante ativa na área e já foi responsabilizada por vários atentados. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoatentadosuicidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.