Atentado suicida deixa quatro mortos no Iraque

Um militante islâmico detonou explosivos atados a seu corpo em um posto de checagem na área curda autônoma do norte do Iraque, suicidando-se e causando a morte de mais três pessoas, informaram autoridades curdas. O atentado ocorreu na cidade de Halabja, no nordeste do país, e foi atribuído ao grupo Ansar al-Islam, disseram autoridades ligadas à União Patriótica do Curdistão, que governa a porção leste da área autônoma curda do norte do Iraque. A União Patriótica e o Ansar lutam pelo controle de aldeias nos arredores de Halabja há cerca de dois anos. No início do mês, homens ligados ao Ansar assassinaram um alto funcionário da União Patriótica na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.