Atentado suicida deixa sete mortos no Afeganistão

Mohammad Ali Ahmadi, vice-governador da província de Ghazni, no Afeganistão, disse neste sábado que um homem-bomba detonou os explosivos que carregava em um mercado localizado em uma área sem lei no leste do país, matando sete pessoas. O suicida tinha como alvo um comandante da polícia.

Agência Estado

27 de julho de 2013 | 15h04

Ali Ahmadi afirmou que o comandante da polícia local, Dawlat Khan, foi morto pelo atacante que conduzia uma motocicleta. O restante dos mortos incluiu três policiais e três civis. Segundo o vice-governador, o ataque ocorreu na noite de ontem no distrito de Qarabagh, em Ghazni.

A polícia local afegã é uma força designada a ser a primeira linha de defesa contra o Taleban nos vilarejos afegãos. Os policiais são frequentemente alvo de insurgentes que os veem como uma ameaça direta a sua capacidade de operar. O Taleban intensificou os ataques desde que as tropas estrangeiras transferiram no mês passado o controle da segurança de todo o país aos afegãos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.