Atentado suicida em Bagdá mata pelo menos duas pessoas

Pelo menos duas pessoas morreram e sete foram feridas neste sábado, 24, pela explosão de um carro-bomba conduzido por um suicida no sul de Bagdá, informaram fontes de segurança iraquianas.O alvo do atentado foi uma delegacia da região de al-Daura, no sul de Bagdá. O número de mortos pode aumentar, devido ao estado grave dos feridos.Após a explosão, homens armados atiraram contra as forças de segurança que tentaram se aproximar do local do ataque para facilitar a chegada de ambulâncias e facilitar a remoção dos feridos.As mesmas fontes tinham afirmado anteriormente que as ambulâncias chegaram ao local, de onde sobe uma espessa coluna de fumaça negra.Instalações e pessoal da polícia e do Exército são os alvos preferenciais dos ataques e atentados dos grupos da resistência iraquiana, que considera as forças de segurança colaboracionistas.Menos de uma hora antes do atentado, um civil morreu e quatro foram feridos pela explosão de várias bombas, também no sul da capital.Além disso, neste sábado a polícia informou que nas últimas 24 horas achou 26 corpos crivados de balas e torturados em diferentes pontos da cidade. Foram 145 no total nos últimos cinco dias.A violência persiste em Bagdá apesar das medidas de segurança impostas desde 14 de fevereiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.