Atentado suicida em igreja mata 11

Um atentado suicida em uma igreja dentro de uma das principais bases militares da Nigéria, na cidade de Jaji, deixou 11 mortos ontem. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque, mas a suspeita recai sobre o grupo islâmico radical Boko Haram. Um ônibus cheio de explosivos explodiu primeiro e, minutos depois, quando socorristas chegavam ao local, um outro carro também explodiu. Cerca de 30 pessoas ficaram feridas. O governo anunciou que investigará o ataque, que expôs a fragilidade da segurança no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.